quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Cliente precisa assinar termo antes de provar o hambúrguer superapimentado | Blog do Curioso, por Marcelo Duarte

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Uma lanchonete norte-americana aposta neste mês de agosto em uma
novidade que irá literalmente apimentar o seu cardápio. Entre os dias 10
e 22 de agosto, o Hopdoddy Burger Bar oferece o The Love at First Sting
(“amor à primeira mordida”), que certamente entrará na lista dos
lanches mais picantes já criados até hoje. A invenção é tão apimentada
ao paladar humano que os corajosos que se aventurarem a conhecê-la
precisarão antes assinar um termo de responsabilidade, isentando a
Hopdoddy de qualquer culpa por eventuais efeitos colaterais.


O sanduíche, que custa 13 dólares (equivalente a cerca de 40 reais),
leva um hambúrguer simples e se destaca mesmo é pelo arsenal de
pimentas, comandado pela Trindad Scorpion Butch T. Trata-se da
quarta espécie de pimenta mais ardida do mundo, de acordo com a Escala
de Scoville, que mede a acidez das pimentas. Como se isso não fosse
suficiente, o lanche carrega ainda variações da ghost peper
(que também aparece na lista das 10 primeiras na Escala Scoville). Além
de um pedaço dela, um molho e uma fatia de queijo feitos a partir dessa
espécie também estão presentes.


Love at First Sting, a apimentada criação da Hopdoddy Burger Bar (Foto: Divulgação)
Espécies mais leves (classificadas na escala Scoville como “muito
picantes”, e não “extremamente picantes” como as outras) como a Habanero
e a Serrano e uma maionese picante completam a mistura apimentada.
Entre as duas fatias de pão encontram-se ainda cebola caramelizada,
tomate e salada. Para acompanhar, um milk shake de baunilha, embora a
foto de divulgação postada no Facebook da casa mostre o lanche junto de
um copo de cerveja.


Nos comentários do post, teve quem aceitasse previamente o desafio:
“Isso parece bom”, disse um. “Eu irei e levarei minha filha de 13 anos
junto para mostrar o que o Texas pode fazer”, brincou outro. “Vocês
podem parar de adicionar pimenta depois de colocarem a ghost pepper
porque ninguém mais vai sentir o gosto de nada”, sugeriu um terceiro. A
Hopdoddy Burger Bar tem 22 lojas espalhadas pelos Estados do Texas
(onde estão 13 delas), da Califórnia, do Arizona, do Colorado e do
Tennessee.

 





Cliente precisa assinar termo antes de provar o hambúrguer superapimentado | Blog do Curioso, por Marcelo Duarte

Jovens catarinenses chegam a São Paulo com máquinas que vendem guarda-chuvas | Blog do Curioso, por Marcelo Duarte

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments



Começou como um projeto universitário, virou um negócio e agora é uma
franquia que pretende desbravar o país. “Estávamos cursando engenharia
de produção na Universidade Estadual de Santa Catarina e desenvolvemos
essa ideia”, conta Vinicius Camargo, um dos três sócios da Caiu do Céu
– os outros são os colegas de turma Wagner Krelling e Gabriel Lise.
“Percebemos que ali havia um negócio e investimos”. A ideia era simples:
usar o sistema das máquinas de vender refrigerantes ou salgadinhos para
comercializar guarda-chuvas. Para tirar a ideia do campo acadêmico e
torná-la real, Camargo explica que precisou de uma consultoria para a
entrada no mercado de franchising. A empresa foi aberta em janeiro de 2015.


Máquina de venda de guarda-chuvas é a primeira desenvolvida pelo trio de universitários catarinenses
“Joinville é a cidade da chuva, por isso optamos por começar com a
máquina Caiu do Céu. Mas a nossa ideia é desenvolver outros tipos de
produtos para as máquinas”, promete.  As primeiras franquias estão
espalhadas por shoppings e terminais de ônibus de Joinville, além de
shoppings no Paraná. As máquinas chegaram agora a São Paulo e já
aparecem em três shoppings: o Light, o Top Center e o Metrô Santa Cruz.


Segundo Camargo, o franqueado investe R$ 16,5 mil na máquina e recebe
os guarda-chuvas fornecidos pela empresa: “Desenvolvemos uma coleção
especial para São Paulo e outra que nasceu de um concurso que fizemos
aqui em Joinville”, conta. Na máquina do Top Center, na Avenida
Paulista, as estampas atuais são: “São Paulo e suas 4 estações em um
dia” e “Quem tem amor… vai ao infinito”.


Os guarda-chuvas “lisos” custam 30 reais, enquanto os estampados saem
por 35 reais. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou em cartão.
Camargo não revela quanto investiu para abrir a empresa, mas afirma já
ter conseguido o retorno do investimento. Para os franqueados, a
promessa é de que esses R$ 16,5 mil sejam recuperados em um prazo que
varia de 18 a 30 meses e que haja um lucro médio de 21 a 27% ao mês,
dependendo da vontade de São Pedro.


Coleções especiais marcam a chegada da E Caiu do Céu em São Paulo
Há negociações para que as máquinas em breve apareçam nas estações de
metrô de São Paulo. “Também estamos com projetos para instalar a Caiu
do Céu em Belém, Rio de Janeiro e Belo Horizonte”, antecipa Camargo, que
monitora a venda de todas as máquinas à distância por um aplicativo em
tempo real. Para a empresa, por enquanto, não teve tempo ruim.



Jovens catarinenses chegam a São Paulo com máquinas que vendem guarda-chuvas | Blog do Curioso, por Marcelo Duarte

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Conheça mitos e verdades sobre a amamentação - amamentação gravidez gestação leite materno família - Mulher - Lifestyle - Bonde. O seu portal

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments



A Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade (SBMFC)
orienta e tira as principais dúvidas sobre o aleitamento materno, que
além de nutrir, fortalece a relação entre mãe e bebê. Para o diretor de
comunicação da entidade, Rodrigo Lima, o leite materno é essencial para o
desenvolvimento saudável do bebê e deve ser o alimento exclusivo até os
seis meses de idade. O profissional também listou alguns mitos e
verdades sobre a amamentação, confira:


A criança pode ser amamentada até três anos de idade ou mais.
VERDADE. Embora seja necessário introduzir outros alimentos após o sexto
mês de vida, não há duração máxima para o aleitamento, sendo esta uma
decisão da mãe.


É necessária a higienização das mamas antes e depois do
aleitamento com água e gaze. MITO. Não há necessidade de qualquer
preparo da mama antes de oferecer o leite materno ao bebê.




A
química do cigarro e álcool podem ser transmitidas para o bebê pelo
leite. VERDADE. Além do álcool e de substâncias presentes no cigarro,
até mesmo medicamentos podem passar para o leite materno, e o uso de
substâncias deve ser discutido com o médico de confiança.


Terapias alternativas, como floral, podem influenciar na
qualidade do leite. MITO. Não existem evidências científicas confiáveis
sobre isso.


O colostro, o primeiro leite após o nascimento da criança, é
rico em anticorpos e importante para o bebê. VERDADE. O colostro tem
papel importante na saúde do bebê, pois transfere anticorpos da mãe para
o bebê que podem protegê-lo de infecções enquanto seu sistema
imunológico ainda está em formação.


Cada mãe produz um tipo de leite diferente. VERDADE. O leite de
cada mãe é produzido de acordo com suas características corporais e
hábitos de vida.


A alimentação e quantidade de água diárias influenciam na
qualidade e quantidade de leite. VERDADE. O leite é elaborado a partir
dos nutrientes ingeridos pela mãe.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa


Conheça mitos e verdades sobre a amamentação - amamentação gravidez gestação leite materno família - Mulher - Lifestyle - Bonde. O seu portal

McDonald's lança casquinha de doce de leite, mas suspende a de chocolate | Saideira - O Globo

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

 Casquinha de doce de leite



O lançamento da casquinha de doce de leite do McDonald's (R$ 2)
mobilizou as redes sociais. Foram muitos posts emocionados com a
novidade, já disponível na Argentina e no Uruguai.
Agora, o que o Saideira vai te contar é que, enquanto rolar o sabor
especial, os arcos dourados vão suspender a venda de sorvete de
chocolate! Isso mesmo. A partir do dia 26 de julho, nas unidades que
tiverem a tão falada casquinha, as opções serão doce de leite, baunilha
ou mista, com baunilha e doce de leite. Nada de chocolate.


Para saber onde experimentar o novo sabor ou se manter fiel ao
clássico, consulte o site do McDonald´s. A rede não soube informar,
porém, por quanto tempo vai valer o novo sabor.


E aí, com qual você fica?






McDonald's lança casquinha de doce de leite, mas suspende a de chocolate | Saideira - O Globo

terça-feira, 27 de junho de 2017

Antigos Verde Amarelo: FNM Isotta Fraschini D-7300 1949 ...

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments





raro -raríssimo- FNM Isotta Fraschini D-7300 1949, apenas 200 unidades fabricadas, nenhuma sobrevivente conhecida. Na foto, placa de Carmo da Mata -MG.

Mais AQUI.

guilhermedicin@hotmail.com




Antigos Verde Amarelo: FNM Isotta Fraschini D-7300 1949 ...

terça-feira, 20 de junho de 2017

Pesquisa indica mudança no consumo de embalagens de café - Notícias - Mercado - CaféPoint

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Da redação

A pesquisa "Avaliação de Embalagens e Métodos de Armazenamento para Cafés Especiais", coordenada pelo professor Flávio Meira Borém, da Universidade Federal de Lavras (UFLA/MG), indica uma mudança no consumo de embalagens pela indústria cafeeira, comprovando que é possível manter a qualidade dos grãos de café durante longos períodos de armazenamento, com a embalagem de papel de alta barreira sendo a mais eficiente nesse processo. 

Foto: Gui Gomes/ Café Editora
                                      Foto: Gui Gomes/Café Editora

Apresentado pela primeira vez no Brasil durante o 7° Coffee Dinner & Coffee Summit, no dia 09 de junho, em São Paulo, o estudo avaliou oito tipos diferentes de embalagens para dois tipos de cafés especiais nos mercados nacional e internacional, durante 18 meses. O relatório final mostrou que a embalagem de papel com alta barreira atingiu o maior nível de pontuação na preservação das características originais dos grãos, acima de 82 pontos, enquanto as embalagens a vácuo ficaram em 81 e as de juta em 73 pontos. 

Além disso, as embalagens de papel também são consideradas financeiramente mais vantajosas pelo mercado, quando comparadas às embalagens a vácuo.  

A análise teve o apoio da Klabin, maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, e com as parcerias: Brazil Specialty Coffee Association (BSCA), Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), a VideplastBourbon Specialty Coffees e a Carmocoffees



Pesquisa indica mudança no consumo de embalagens de café - Notícias - Mercado - CaféPoint

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Moto Royal Enfield chega ao Brasil com visual retrô, mas potência modesta - Rodas | Sobretudo Folha

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments



A onda das motocicletas retrô chega de vez ao Brasil com a abertura da primeira concessionária da Royal Enfield, em São Paulo.
A marca surgiu em 1901, na Inglaterra, mas passou a produzir na Índia em 1949. O estilo permanece quase o mesmo desde então, com poucas mudanças visuais.

Royal Enfield

Motocicleta Classic é avaliada em evento promovido pela Royal Enfield, em São Paulo Por: Divulgação 24/04/2017
[2 de 6]
Trazida não oficialmente para o Brasil há algum tempo, a marca chegou à capital paulista com três modelos: Bullet (R$ 18,9 mil), Classic (R$ 19,9 mil) e a "cafe racer" Continental GT (R$ 23 mil). Todas já vêm com garantia de dois anos.
Segundo Rudratej Singh, presidente da Royal Enfield, a aposta no Brasil se deve a um hiato de opções entre os modelos de baixa e alta cilindrada. "Muitos acabam comprando motocicletas grandes e sentem uma sobra de desempenho. É justamente nesse nicho de média cilindrada, para uso diário ou lazer, que nossas motos têm obtido sucesso mundo afora", explica.
Outros predicados das indianas, nas palavras do executivo, são a robustez e a manutenção sem mistérios.
MESMA BASE
Folha avaliou os modelos Classic 500 e Continental GT 535, ambos com a mesma base mecânica: motores monocilíndricos com cabeçote de duas válvulas, refrigerados a ar e alimentados por injeção eletrônica. A potência é de modestos 27,5 cv na Classic e de 29,5 cv na GT.
Em movimento, sente-se a vibração característica dos motores grandes que têm apenas um conjunto de pistão e cilindro. Apesar disso, a máquina tem no bom torque seu destaque, com bastante força e elasticidade em baixas rotações.
Diferente das Royal feitas para o mercado asiático, mais rústicas, os modelos importados para cá têm acabamento esmerado e pintura bem cuidada. As peças plásticas, no entanto, poderiam aparentar maior qualidade.
Com chassi e todos os detalhes feitos de em aço, o peso não é dos menores: 195 kg na Classic e 184 kg na GT.
A "gordura" não atrapalha. As motos são ágeis, com guidões que esterçam bastante. Qualquer voltinha atrai diversos olhares. Afinal, aparentam ser relíquias de fato. A Classic em especial, com seu estilo de moto da 2ª Guerra Mundial.
A embreagem a cabo poderia ser mais macia, enquanto a suspensão tradicional (bichoque traseiro e garfo telescópico dianteiro) se revelou suave e adequada a pisos maltratados.
O sistema de freios, composto por disco dianteiro e tambor traseiro, tem reações um pouco letárgicas na Classic. A GT é mais eficiente nesse quesito. Ambas podem ser equipadas com ABS (que evita o travamento das rodas em caso de frenagens de emergência), item que custa R$ 1.000 extras.
Na GT, o painel traz conta-giros e marcador de combustível, ausentes na Classic. A Continental também oferece dois tipos de assento: monoposto ou para duas pessoas, com uma capa que cobre o espaço do garupa.
A espuma do banco agrada, com um toque adicional de conforto (e nostalgia) na Classic, graças às molas que o sustentam. Essa moto relembra os modelos usados durante a guerra.
Ao final do passeio, nota-se que a Royal Enfield cumpre o que propõe: uma tocada nostálgica e prazerosa, sem correr. Pressa parece não combinar com esse tipo de motocicleta.




Moto Royal Enfield chega ao Brasil com visual retrô, mas potência modesta - Rodas | Sobretudo Folha

Fazer faculdade pode não ser a melhor saída para obter emprego - 19/06/2017 - Mercado - Folha de S.Paulo

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

A meeting by a group working to preserve scientific data on government websites, at the Tisch School of the Arts Building, New York University, in New York, Feb. 4, 2017. Reports that the administration is proposing deep budget cuts for government agencies including the National Oceanic and Atmospheric Administration and the Environmental Protection Agency have fueled new fears of databases being axed. (Sam Hodgson/The New York Times)



Quando Levi Hall viu o anúncio para um programa de treinamento de 12 semanas que oferecia um estipêndio a estudantes dotados apenas de diplomas de ensino médio e ajuda para colocá-los em bons empregos de período integral no fim do curso, ele achou que fosse uma pegadinha. Leia mais (06/19/2017 - 02h00)





Fazer faculdade pode não ser a melhor saída para obter emprego - 19/06/2017 - Mercado - Folha de S.Paulo