Mostrando postagens com marcador Mangalarga. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Mangalarga. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 6 de março de 2014

EXPRESSOMT - História do cavalo mangalarga passa por uma estrada real de MG

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Os primeiros cavalos chegaram ao Brasil na época do descobrimento, mas só por volta de 1800, animais de elite começaram a ser mandados para cá e foi aí o início da formação dos mangalargas e da miniatura deles: o piquira.

A Fazenda Bom Destino, no município de Rio Novo, perto de Juiz de Fora, Minas Gerais, é um dos raros criatórios onde ainda se encontra tropa de piquira.

A raça deu uma esfriada, ultimamente, como explica Carlos Oscar Niemeyer, neto do arquiteto que ajudou a criar Brasília.

A lida na fazenda, que cria gado guzerá, é feita com o piquira. Ele é ágil, bom de manobra, cumpre o serviço como um cavalo grande faz.

A palavra piquira vem do tupi e quer dizer 'pequeno'. Ele é menor que um jumento pêga e maior que o pônei europeu. Tem o tamanho perfeito para o ensino da equitação infantil.

A belga Françoise Denis, que montou escolinha para crianças tanto na Hípica de São Paulo, como do Rio de Janeiro, não precisou importar mais pôneis depois que conheceu o piquira. O animal se presta tanto à equitação básica, como a avançada, inclusive, é bom de salto.

Carlos Oscar explica que o piquira se originou de vários cruzamentos desordenados. Os fazendeiros foram selecionando os de menor porte até formar a raça. O padrão de altura, na média, é de um 1,20 m, ele tem a frente leve, é bem aprumado e de angulações proporcionais.

Junqueira

Um marchador que deveria ser chamado de cavalo Junqueira, acabou ganhando o nome de mangalarga, derivando-se para duas raças. Esta história começa em 1750.

O roteiro segue a Estrada Real, uma série de caminhos abertos ainda no tempo da exploração do ouro. No município de Cruzília, 263 anos atrás, um empreendedor português, de nome João Francisco Junqueira, conseguiu da Coroa uma imensa faixa de terras. Ali ele plantava, criava gado e cavalos.

Como não havia cavalos nas Américas, os colonizadores foram trazendo tropas da Europa a cada viagem de caravela. Os espanhóis espalharam cavalos na região onde fica hoje a Argentina, o Uruguai e o Sul do Brasil. Os portugueses levaram para São Paulo, Rio de Janeiro e todo o Nordeste. Os holandeses para Pernambuco. Os franceses também trouxeram e esses animais foram se espalhando de modo que, em meados do século 18, já era intenso o comércio de tropas no país.

O que o pioneiro Junqueira fez foi aprimorar o negócio contando com tropas marchadoras já selecionadas, como a eguada da fazenda Angahy, uma linhagem agora com mais de 300 anos.

A sede da Angahy, de 1731, ainda está de pé. Ali morava a família Meirelles, que aos poucos foi se casando com os Junqueira, misturando sangue, terras e cavalos.

Quem passa por Cruzília hoje se impressiona com a quantidade de criatórios de cavalos que a região tem: são mais de 200 em um raio de 100 quilômetros.



EXPRESSOMT - História do cavalo mangalarga passa por uma estrada real de MG

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Mangalarga tem "vida de rei" na ExpoLondrina - ExpoLondrina 2013 - Bonde. O seu portal

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Os cavalos da raça mangalarga recebem tratamento diário para competir nas provas da ExpoLondrina. Ao todo, 78 animais participam do campeonato que começou na última sexta-feira (5) e termina neste domingo (7) com premiação em 23 categorias.

Tratador de cavalos há 15 anos, Cristiano Luciano, de Jaguariúna (SP), informou que o mangalarga come 6 quilos de ração diária em três refeições, sendo que a primeira ocorre às 7h. Além disso, o pelo do animal é escovado após o banho. "Assim, o cavalo fica bonito e forte para as competições", explicou.

Depois de tanto cuidado, os cavalos da raça mangalarga são admirados pelo público quando entram na pista de competição. Maicon Faquini trouxe o filho e a mulher de Sertanópolis para visitar a ExpoLondrina e aproveitou a oportunidade para acompanhar as provas. Ele elogiou o trabalho dos tratadores durante as competições. "Apesar do barro, os cavalos estão sempre limpos e com o pelo bonito. Eu já morei no sítio e esse trabalho não é fácil", destacou.

Continua...

Mangalarga tem "vida de rei" na ExpoLondrina - ExpoLondrina 2013 - Bonde. O seu portal

segunda-feira, 11 de março de 2013

Mangalarga um cavalo nobre por uma causa mais que nobre, Equoterapia

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Mangalarga um cavalo nobre por uma causa mais que nobre, Equoterapia:


Veja o lançamento do projeto "Mangalarga um cavalo nobre por uma causa mais que nobre, Equoterapia", que ocorreu no dia 2/03 na Fazenda Capoava, em Itu, em prol de crianças carentes que necessitam de apoio da Equoterapia Esperança.

http://www.tlhd.com.br/tribuna-vip/mangalarga-um-cavalo-nobre-por-uma-causa-mais-que-nobre,-equoterapia

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

AL sedia leilão de cavalos da raça Mangalarga Marchador Alcatéia, Formoso 2S & convidados - Alagoas 24 Horas: Líder em Notíc...

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

reservas para o Leilão Alcatéia & Formoso 2S que será realizado nos dias 25 e 26 de janeiro, no Iloa Resort Residence na Barra de São Miguel - AL.


Com grande importância na economia nacional, a criação de cavalos movimenta, de forma direta e indireta, mais de oito bilhões de reais por ano. Por isso, existem cerca de 750 mil empregos diretos gerados por ano e entre os empregos indiretos a estatística fica na margem dos 3,5 milhões.


O evento tem a chancela e apoio da ABCCM - Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador.


Em especial, o Mangalarga Marchador é uma raça caracteristicamente brasileira. Sua origem é proveniente do cruzamento da raça Álter com éguas do Sul de Minas. Com estrutura forte e bem proporcionada, o Mangalarga apresenta um porte médio, andamento marchado, simétrico, com apoio alternado dos bípedes laterais e diagonais, sempre intercalados por momentos de tríplice apoio. Portanto, todas essas qualidades fazem com que o animal tenha uma maior resistência, comodidade, resistência, confiabilidade, imponência. Além disso, é muito utilizado tanto para o trabalho como lazer.

O Leilão Alcatéia & Formoso 2S oferece a melhor opção de hospedagem no “Iloa Resort & Residence” www.iloa.com.br, local onde acontecerá o evento.


São esperados criadores de todo o Brasil, isso vem a movimentar ainda mais a alta temporada na cidade mais linda do Brasil, os promotores do evento Paulo Lôbo do Haras Alcatéia e João Amaral do Haras Formoso 2S estão muito otimistas quanto ao sucesso. “O resultado nas redes sociais tem sido surpreendente apenas com a divulgação do catalogo oficial online, esse é o evento mais esperado do Brasil, caprichamos muito na seleção”, completa Paulo Lôbo


No site da Revista OUSH! Brasil pode ser conferido o Catálogo Oficial do Leilão, basta acessar o banner no www.oushbrasil.com.br.


Programação do evento:


Dia 25/01 (sexta-feira)

- Leilão de Embriões, às 20h 30


Dia 26/01 (sábado)

- Show na Piscina do Hotel, às 12h 00

- Apresentação dos Animais do Leilão, às 16h 00

- Leilão de Animais, às 20h 30


Maiores Informações:


Ligue (82) 9620-4222 / 9969-2265 / 9922-2727 ou 9119-4885, ou então acesse http://www.facebook.com/events/124751027685931/

Fonte: Assessoria


AL sedia leilão de cavalos da raça Mangalarga Marchador Alcatéia, Formoso 2S & convidados - Alagoas 24 Horas: Líder em Notíc...

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Leilão de Ventres da Confraria Mangalarga movimenta R$ 279 mil

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments


O Bar do Deck do Jockey Club de São Paulo recebeu na noite do dia 04 de setembro (terça-feira), a primeira edição da “Confraria Mangalarga – Encontro de Amigos”. O inédito evento, além de oferecer um gostoso momento de confraternização para a comunidade mangalarguista, também contou com um concorrido leilão de ventres em prol de ações de fomento da raça.
Promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), o remate contou com a organização da Fênix Leilões e com a assessoria do zootecnista João Quadros. Segundo o leiloeiro rural Nilson Genovesi, responsável pela condução do evento, os vinte e quatro lotes negociados movimentaram a expressiva receita de R$ 279 mil, perfazendo uma média de R$ 11,6 mil.
Por sua vez, o Presidente da ABCCRM Mario Alves Barbosa Neto destacou que a Confraria Mangalarga atingiu todos os seus objetivos. “O evento foi um sucesso em todos os aspectos. Afinal, além de um ótimo leilão, com lances expressivos e acirradas disputas, nós tivemos um momento muito especial de confraternização, o que é realmente o mais importante”, destacou Barbosa.
Para João Luís Ribeiro Frugis, Diretor de Comunicação e Marketing da ABCCRM, o evento procurou inovar, tendo como foco principal oferecer um diferenciado momento de convivência para os apaixonados pelo Cavalo de Sela Brasileiro. “Por isso mesmo, a diretoria optou por fazê-lo em um local mais descontraído como o bar do deque da piscina do Jockey Club. Com toda certeza foi uma noite muito gostosa e que deverá se repetir outras vezes”, ressaltou o dirigente mangalarguista. [ www.cavalomangalarga.com.br].
.[Foto: Ladeado pelo leiloeiro Nilson Genovesi e pelo diretor da Fênix Leilões Josué Cunha, o Presidente Mario Barbosa agradeceu a grande adesão dos mangalarguistas] Crédito/foto: Norberto Cândido.

Portal Factor Brasil

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Feira paulista é palco para comércio de Mangalarga

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Em Jaú remate ultrapassa fatura de R$ 200 mil por 27 exemplares.
Morgana Nunes

O Núcleo dos Criadores de Mangalarga do município de Jaú, interior paulista, comercializou 27 equinos na tarde de sábado, 18 de agosto. A fatura foi de R$ 230.800, para média geral de R$ 8.548.

Foram vendidas 10 fêmeas ao preço médio de R$ 12 mil e sete machos a R$ 7.500. Além de animais, também foram ofertadas sete coberturas à média de R$ 2.500 mais três embriões R$ 13.600.

O remate fez parte da programação da 22ª Expo Jaú, feira agropecuária do município. Os trabalhos foram conduzidos pelo leiloeiro Roberto Magno, para pagamentos em 24 parcelas.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Uma exposição para não ser esquecida nunca mais - O DIA no Estado - O Dia Online

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Rio -  Um dos maiores eventos equestres da América Latina, a 31ª Exposição Nacional do Manga-larga Marchador está sendo realizada em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, onde a coluna ‘Direto no Campo’ está acompanhando de perto cada movimentação. O evento, oficial da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Manga-larga Marchador (ABCCMM), acontece no Parque Gameleira e termina hoje.

A organização acredita que cerca de 150 mil visitantes passem pelo evento, movimentando algo em torno de R$ 13 milhões — em negócios gerados nos leilões, shopping de animais e vendas diretas entre os criadores.

continue lendo...



Uma exposição para não ser esquecida nunca mais - O DIA no Estado - O Dia Online

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Nacional do Mangalarga Marchador tem presença confirmada do ... - Revista Fator

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Nacional do Mangalarga Marchador tem presença confirmada do ... - Revista Fator:

Nacional do Mangalarga Marchador tem presença confirmada do ...
Revista Fator
O evento organizado pela Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) é a principal exposição do segmento. “O Mangalarga Marchador é uma raça procedente de Minas Gerais - estado que detém o maior plantel de ...

segunda-feira, 11 de junho de 2012

São Sebastião da Grama recebe etapa da Copa Matsuda Mangalarga - Revista Fator

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

São Sebastião da Grama recebe etapa da Copa Matsuda Mangalarga - Revista Fator:
São Sebastião da Grama recebe etapa da Copa Matsuda Mangalarga
Revista Fator
Para obter mais informações sobre o evento, que conta com a chancela da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), escreva para ranchobigorna@terra.com.br ou telefone para (19) 9736-0053. Progressivo, equilibrado e macio ...

segunda-feira, 28 de maio de 2012

Festa do Cavalo atrai grande público - Jornal Correio da Cidade

BY Agro Mecânica Tatuí IN No comments

Festa do Cavalo atrai grande público - Jornal Correio da Cidade:


Festa do Cavalo atrai grande público
Jornal Correio da Cidade
Os grandes destaque ficaram por conta, dos animais Gamo das Minas Gerais, do criador e expositor Nelson Luiz Feital, vencedor como Reservado Campeão da Raça, eo grande campeão da Raçar o animal Estanho de Alcatéia, do criador Humberto Lessa Lobo ...

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Cavalo Mangalarga na Tribuna VIP

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

Cavalo Mangalarga na Tribuna VIP:


A Tribuna VIP esteve na Exposição 2011 do Cavalo Mangalarga, o cavalo de sela brasileiro.
Conheça a raça Mangalarga, sua origem, suas caraterísticas, métodos de avaliação e funcionalidade.

Não perca!

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

ABCCR Mangalarga promove leilão de barrigas

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

04/12/2010 - 09:14

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM) está promovendo uma nova edição de seu tradicional Leilão de Barrigas. Este aguardado remate, cuja renda será totalmente revertida para as premiações da final da Copa de Andamento, oferecerá uma diferenciada oportunidade para os selecionadores que desejam aprimorar seus plantéis com a aquisição de ventres de matrizes de qualidade comprovada.
Realizado pela primeira vez exclusivamente pela internet, o Leilão de Barrigas contará com lotes ofertados por criatórios de grande destaque na raça. Para participar, basta ao internauta fazer seu cadastro no site [www.perphilleilões.com.br] e dar seu lance para os ventres que mais o interessarem, até as 17h do dia 7 de dezembro.
A ABCCRM aproveita ainda para agradecer aos associados pelo apoio e participação neste Leilão. Afinal, é graças à colaboração de todos que está sendo possível realizar esta importante ação cujo objetivo principal é fomentar e fortalecer a raça Mangalarga.
Lista de reprodutoras cujas barrigas serão ofertadas no Web Leilão Ventres Mangalargas: Menina da Braido I - Nelson Antônio Braido | Sabatina do Mont Serrat - Sergio Luiz Dobarrio de Paiva | Dengosa J.O. - Fernando Tardiolli Lucio de Lima | Grécia DAM – João Pacheco Galvão de França | Luminosidade da Jauaperi e Estratégia da Jauaperi - Eduardo Rabinovich | Primavera França - Eduardo Henrique Souza de França | Zelândia de NH - Adaldio José de Castilho Filho Visão ACF - Antônio Carlos Ferreira | Quiana do Espinhaço ou Quitéria do Espinhaço - Emiliano Abraão Sampaio Novais | Pérola do Otnacer - Antônio Caetano Pinto | Honduras do Mont Serrat – Sergio Luiz Dobarrio de Paiva (Tropel Mangalarga) | Serpentina RB – Adolpho Julio Camargo de Carvalho (Tropel Mangalarga) | Xereta do Mangabaia – Sebastião de Assumpção Malheiro Neto (Tropel Mangalarga)
.[Foto: Ventres de matrizes de reconhecida qualidade participam do remate.|Crédito/foto: Norberto Cândido].

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

FAXAJU ::: www.faxaju.com.br - A noticia agora - Noticias, Esporte, Cidade, Politica, Eventos, Fotos, Agricultura, Artigos, Economia, Educação, Emprego, Entrevista, Cidade de Aracaju, Noticias de Aracaju, Estado de Sergipe, Cultura Sergipana, Coluna Brayner

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

ENDAGRO ABRE INSCRIÇÕES PARA 69ª EXPOESE

A exposição acontecerá em Aracaju de 7 a 14 de novembro

A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) vem a público informar que estarão abertas, no período de 20 de outubro a 4 de novembro de 2010, as inscrições para a 69ª Exposição de Sergipe, que acontecerá em Aracaju de 7 a 14 de novembro.

Aqueles interessados em inscrever seus bovinos, equinos, caprinos e ovinos deverão se dirigir aos seguintes endereços, munidos da xerox do registro do animal mais a taxa de inscrição, conforme tabela abaixo:

Tabela de preço:

1 – Argolas para bovinos: ............................ R$ 50,00 (por argola)

2 – Box para equinos: ................................ R$ 100,00 (por Box)

3 – Box para caprinos/ovinos: .................... R$ 150,00 (por Box)

4 – Áreas: Para stands: ................................. R$ 15,00 (m²)

Para comércio em geral: ............... R$ 12,00 (m²) – (Ficando limitado o valor mínimo de R$ 100,00 quando a área for inferior a 8 m²).
Endereços de inscrição:
1) As inscrições de cavalos das raças Quarto de Milha e Mangalarga Machador deverão ser feitas na associação de suas respectivas raças, no Parque de Exposição João Cleóphas – rua Alagoas, s/n, bairro José Conrado de Araújo.
2) Já as inscrições para os demais animais e stands deverão ser feitas no Escritório Central da Emdagro, na a. Carlos Rodrigues da Cruz, s/n., bairro Capucho, na pessoa do Sr. Antônio Carlos (Ascom) e a Srª Ana Lúcia (Coagri).

Portal Fator Brasil

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

Projeto Tropel Mangalarga 1400



Estimular o debate sobre a questão ambiental e divulgar as qualidades do cavalo Mangalarga são os principais objetivos da cavalgada que percorrerá os 1400 quilômetros entre São Paulo e a capital federal.
A história mangalarguista é repleta de grandes feitos. Em suas viagens, os cavalos da raça já passaram por locais longínquos como o salar de Uyuni, o deserto de Atacama e a Cordilheira dos Andes. No entanto, se engana quem pensa que essas grandes aventuras ficaram perdidas no passado. Afinal, na cidade paulista de Dourado, um grupo de apaixonados mangalarguistas se reuniu recentemente para colocar em prática um novo e ambicioso projeto, o Tropel Mangalarga 1400.
A ideia do grupo é celebrar os 50 anos de Brasília percorrendo os 1400 quilômetros que separam a cidade de São Paulo da capital federal. O projeto tem ainda outros importantes objetivos, como divulgar a raça Mangalarga, avaliar o comportamento e a performance da tropa durante o percurso, promover a divulgação de culturas regionais, incentivar o debate a respeito da questão ambiental, além de produzir material fotográfico e em vídeo de lugares e pessoas durante o percurso.
A empreitada, que conta com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), será levada a cabo por dois cavaleiros, Pedro Aguiar e Sebastião Assumpção Malheiro Neto, e uma representante feminina, a amazona Telma Malheiro. Todos eles donos de uma vasta experiência no mundo do cavalo e especialmente das cavalgadas.
Conhecido no meio equestre como Pedroca, Pedro Aguiar possui um impressionante currículo. Entre muitos feitos, o que mais impressiona é a viagem que lhe garantiu um lugar de honra no “Guinness Book”, o livro dos recordes. Em 1991, o veterano cavaleiro, que hoje está com 77 anos, participou do projeto Brazil 14000, pelo qual percorreu aproximadamente 20 mil quilômetros dentro do território nacional, superando em seis mil quilômetros o percurso original planejado pelos organizadores. Em dois anos e 45 dias, Pedroca saiu de São Paulo, foi até Chuí (RS), a cidade mais austral do País, e depois seguiu até o Oiapoque (RR), o ponto mais setentrional do Brasil. A viagem, realizada na companhia de seu irmão Jorge e do amigo José Reis, lhe rendeu também convites para tornar-se membro de duas importantes entidades internacionais sediadas em Londres, a Royal Geographical Society e a Long Rider´s Guild.
Por sua vez, Sebastião Malheiro Neto, que descende de uma tradicional família mangalarguista e integra atualmente o Conselho Deliberativo Técnico da Raça Mangalarga, foi um dos pioneiros do enduro equestre no País. Em 1990, ele organizou em Dourado a primeira prova da modalidade com a utilização de planilhas, dando início a um esporte hípico que se espalharia por todo País nos anos seguintes. Além disso, tanto Sebastião como Telma Malheiro participaram ativamente da organização da expedição Brazil 14000, aquela mesma que teve Pedroca como protagonista.
O projeto conta ainda com outra importante figura, o selecionador Adolpho Julio Camargo de Carvalho. Também integrante do Conselho Deliberativo Técnico, o mangalarguista divide a responsabilidade pela organização do evento com Pedroca e Malheiro. Além de preparar toda a logística para os participantes, os três organizadores também têm as tarefas de viabilizar economicamente a cavalgada, fornecer dados para um trabalho científico desenvolvido pela Universidade Estadual Paulista (Unesp) e selecionar e treinar os animais que percorrerão o trajeto na íntegra.
Trabalho complexo - Na parte de logística, o trabalho mais complexo vem sendo a definição do percurso que será percorrido pelo grupo. No entanto, a organização também está atuando para providenciar uma série de profissionais que darão apoio aos conjuntos participantes, como médico veterinário, ferrador, tratador, fotógrafo e motorista para o caminhão de apoio.
A seleção dos animais, por sua vez, elegeu nove éguas para participarem da expedição: Dengosa RBV, Quinina da Origem, Xica do Mangabaia, Xereta do Mangabaia, Serpentina RB, Araruta CJ, Q Linda MAB, Revista da Cravinhos e Honduras do Mont Serrat. As selecionadas foram apresentadas ao público durante a cerimônia de abertura da 32ª Nacional Mangalarga, realizada no mês de setembro, em Araçoiaba da Serra (SP).
Desde o início de junho, essas fêmeas participam de um intenso trabalho de treinamento na fazenda Parque do Lago, em Dourado. Os organizadores têm trabalhado a adaptação do grupo de éguas, desenvolvendo ao mesmo tempo a preparação psicológica, pulmonar e muscular necessária para enfrentar um longo trajeto. Para que esta meta seja atingida, os animais estão sendo submetidos a cavalgadas, exercícios de natação e também de equitação. Além disso, estão tendo que se habituar às situações estressantes que irão enfrentar ao longo da viagem, que incluem: transposição de obstáculos naturais, salto de troncos e atoleiros e principalmente o trabalho próximo a automóveis, caminhões, tratores e rodovias.
Já a parte científica do projeto contará com a ajuda da equipe do professor Juca Lacerda, titular da Faculdade de Veterinária do campus da Unesp de Jaboticabal (SP). Caberá a esses profissionais a tarefa de coletar o material técnico e desenvolver um trabalho científico que aborde o desempenho dos animais participantes durante toda a jornada.
Tudo está sendo desenvolvido para que a partida ocorra impreterivelmente na manhã do domingo 7 de novembro, no Parque da Água Branca, na capital paulista. Assim, seguindo uma média de 41 quilômetros diários, os aventureiros pretendem chegar à capital federal no dia 10 de dezembro, quando serão recepcionados pelos integrantes do Núcleo Mangalarga de Brasília.
Durante o percurso, os três participantes (Pedroca, Malheiro e Telma Malheiro) terão a companhia de cavaleiros convidados. Essas pessoas se integrarão ao grupo em alguns trechos do trajeto, de acordo com o pré-estabelecido pelos organizadores.
“O Tropel Mangalarga vai demonstrar que a cavalgada de longa distância, conhecida internacionalmente como raid, é uma atividade hípica acessível a pessoas de todas as idades e na qual não há diferenciação por sexo. Afinal, o que importa é o conjunto”, explica Sebastião Malheiro Neto.
O organizador destaca ainda que o projeto também pretende estimular o debate a respeito de uma série de assuntos relevantes ao meio rural brasileiro, em especial a questão ambiental. “Acreditamos que esta será uma ótima oportunidade para refletirmos de uma forma imparcial e sob uma ótica não convencional”, conclui Malheiro.
.[Foto: As éguas selecionadas para o projeto foram apresentadas ao público durante a 32ª Nacional Mangalarga.| Crédito/foto: Norberto Cândido].

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

ENDAGRO ABRE INSCRIÇÕES PARA 69ª EXPOESE

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

sábado, 11 de setembro de 2010

Cientistas aproveitam cavalgada para estudar manga-larga - EPTV.com - Notícias

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

Uma cavalgada de longa distância vai ser aproveitada por cientistas da Unesp de Jaboticabal para um estudo inédito da raça manga-larga.

A tropa que vai sair de São Paulo, rumo a Brasília vai durar cerca de 50 dias e deve começar em outubro. "A maior dificuldade seria a estrada de asfalto que a gente tem que pegar, principalmente na saída de São Paulo, mas estamos treinando, tem alternativa de sair de madrugada", diz o empresário Sebastião Malheiro Neto.
Para dar conta dos 1400 km, os animais começaram a ser preparados há três meses em trilhas diárias por terra e por água.
Pesquisadores da Unesp de Jaboticabal vão supervisionar os animais, depois do percurso serão verificados os batimentos cardíacos e feita uma análise do sangue.
Os resultados são pré eliminares mas mostram que a resposta é positiva. "Esses dados vão ser muito úteis pois não existe nenhum trabalho científico sobre treinamento de cavalos para cavalgada, especialmente uma cavalgada de longa distância como essa, de 1400km", explica o pesquisador José Correa Neto.
A EPTV já acompanhou uma vez o trajeto dessa comitiva e as reportagens deram origem ao especial "Caminho do ouro".

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

32ª Nacional Mangalarga valoriza cavalos coloridos

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

Pelagens pampa, tordilha, alazã amarilha, castanha e preta terão categorias exclusivas durante a principal mostra da raça Mangalarga.
A 32ª Exposição Nacional da Raça Mangalarga, que acontecerá no Marco Zero Agronegócios, em Araçoiaba da Serra (SP), entre os dias 11 e 19 de setembro, terá uma programação repleta de atrações. Entre elas, destaca-se o julgamento de animais de pelagens diferenciadas, um segmento que vem crescendo continuamente dentro do universo mangalarguista.
Prevista para acontecer simultaneamente à disputa da classe geral, esta competição contará com categorias específicas para equinos com pelagens raras dentro da raça, como a pampa, a alazã amarilha, a tordilha, a castanha e a preta. Segundo a Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM), 132 animais estão inscritos para para participar deste diferenciado julgamento.
Os cavalos coloridos, como são popularmente conhecidos os equinos de pelagens diferenciadas, viveram um período de esquecimento dentro da raça Mangalarga, na qual ocorre uma expressiva predominância de alazões. No início desta década, entretanto, teve início um processo de valorização desses animais, que, além de colorir a raça, também foi de extrema importância para o resgate de linhagens que haviam caído em desuso.
Estimulados pela excelente aceitação do mercado, muitos criadores passaram a investir na seleção específica de produtos coloridos. Essa situação, além de gerar um expressivo aprimoramento do plantel de pelagens diferenciadas, provocou o surgimento de diversos leilões e conquistou usuários por todo país. Para atender essa forte demanda, a ABCCRM criou um setor específico para cuidar do fomento desse segmento, a diretoria de pelagens, atualmente comandada pela criadora Marisa Iorio Corrêa da Costa, pioneira na seleção do Mangalarga pampa.
Segundo Sergio Luiz Dobarrio de Paiva, presidente da ABCCRM, a associação realizou nos últimos anos um intenso trabalho para aprimorar a qualidade dos produtos coloridos. “Essa ação já está dando ótimos resultados. Prova disso foi a elevada qualidade dos exemplares que passaram pela pista de julgamento da Nacional passada, comprovando que a distância entre os animais coloridos e os alazões está cada vez menor. A ideia, aliás, é que daqui a cinco anos todos estejam juntos, competindo de igual para igual nas exposições da raça”, destaca o dirigente.
Além dos julgamentos, a 32ª Exposição Nacional da Raça Mangalarga contará com leilões, provas funcionais e festas durante os seus nove dias de programação. Segundo a ABCCRM, cerca de 550 animais deverão passar pelas dependências do Marco Zero durante os nove dias de programação. Originários dos principais criatórios da raça, esses animais representam a elite de um plantel de 120 mil animais, cuja presença é marcante nas cinco regiões brasileiras.
Mais informações sobre o evento podem ser obtidas no endereço eletrônico www.cavalomangalarga.com.br ou pelo telefone (11) 3673-9400.
.[ Foto: Cavalos pampas estarão entre as atrações do julgamento de animais de pelagens diferenciadas. | Crédito/foto: Modesto Wielewicki].
http://www.revistafator.com.br

Expointer : Susto na pista dos equinos

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

A queda da amazona Fabiane Mattos assustou o público que acompanhava a final feminina de cavalo árabe na tarde desta sexta-feira, durante a 33ª Expointer. Quando quase completava a prova, a competidora perdeu o controle em uma curva na pista dos equinos e acabou caindo ao lado cavalo. Rapidamente, foi atendida por uma equipe móvel de saúde.
Apesar do susto, a amazona estava consciente e chegou a pedir uma roupa limpa em meio ao barro que a cercava na pista, no parque Assis Brasil, em Esteio. Antes de entrar na ambulância, acenou discretamente para o público que aplaudiu a competidora.
O fotógrafo de Zero Hora Emílio Pedroso registrou a queda:


quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Mangalarga marca presença na Expointer 2010

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

Disputa cavalo contra moto será uma das atrações da programação da raça no maior evento agropecuário da América Latina.
O Núcleo Riograndense de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga, presidido pelo selecionador Eduardo Faria Finco, promoverá entre os dias 27 de agosto e 5 de setembro a Exposição Mangalarga de Esteio (RS). O evento, que estará entre as atrações da Expointer 2010, contará com julgamentos morfológicos, provas funcionais e uma ampla programação social.
Os julgamentos terão início na tarde do dia 27 sob o comando do jurado Silas Eduardo Freire. Previstos para acontecer nas pistas 14 e 15 do Parque de Exposições Assis Brasil, prosseguirão até a o final da tarde do dia 29, quando serão conhecidos os grandes campeões da mostra, que conta com o apoio da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM).
Já a prova de cinco tambores abrirá, a partir das 13h deste sábado (28), a programação funcional da exposição, que incluirá ainda disputas de seis balizas, três tambores e maneabilidade. O evento mangalarguista será palco ainda de outros dois aguardados eventos: o Campeonato Brasileiro de Função da Raça Mangalarga, que acontece na manhã do sábado 4 de setembro, e a tradicional Prova Festiva de 6 Balizas Cavalo contra Moto, prevista para ocorrer na tarde do mesmo dia.
Aprimoramento constante -As exposições representam uma ferramenta importantíssima na busca por equinos equilibrados, que conjuguem beleza e funcionalidade. Isso ocorre porque nesses eventos os animais são avaliados em diversos critérios, com o objetivo de que atinjam o padrão internacional do cavalo de sela, proporcionando assim um constante aprimoramento da raça Mangalarga.
Entre os itens avaliados pelos jurados nos julgamentos mangalarguistas estão a morfologia, a harmonia geral e a caracterização racial de cada um dos animais participantes. Outros pontos analisados pelos juízes são os aprumos dinâmicos, o passo e o andamento dos cavalos e éguas de diferentes idades que participam desses eventos.
Os animais premiados em cada uma das mostras realizadas ao longo da temporada somam pontos para o ranking anual promovido pela ABCCRM. Além de obter uma expressiva valorização, os primeiros colocados dessa lista colocam seus nomes de forma definitiva na história da raça. Exatamente por isso, criadores e expositores de todo País trabalham com afinco para que produtos de seus criatórios acumulem resultados expressivos no decorrer da temporada.
A Exposição Mangalarga de Esteio, que pretende levar uma boa dose da beleza e versatilidade da raça ao público gaúcho, será a 28ª etapa do Ranking 2010. Iniciada no mês de março, na cidade paulista de Tietê, a disputa passará pelas cinco regiões brasileiras, totalizando 31 mostras. [www.cavalomangalarga.com.br ou pelo telefone (11)3673-9400].
http://www.revistafator.com.br/index.php

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Pecuaristas e governo da Bahia anunciam grande exposição agropecuária em agosto

BY Agro Mecânica Tatuí IN , No comments

Está confirmada para acontecer nos dias 7 a 15 de agosto de 2010, no Parque de Exposições de Salvador, um dos maiores eventos da agropecuária da Bahia, agora organizado pelas associações dos criadores das principais raças de cavalos, bovinos, caprinos e ovinos do Estado. A decisão foi tomada durante reunião entre o secretário estadual da Agricultura e os presidentes das associações de criadores.
Estiveram presentes à reunião os presidentes da Associação Baiana de Criadores de Nelore (ABCN), Associação Baiana de Criadores de Girolando (ABCG), Núcleo Bahiano dos Criadores de Cavalo Mangalarga Machador, Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Mangalarga (ABCCM) - Núcleo Bahia, Núcleo Baiano de Criadores de Cavalo Quarto de Milha (NBCQM), Associação de Criadores de Cavalo Campolina da Bahia (ACCBA), Núcleo Gir da Bahia (NGB), Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (ACCOBA), Núcleo dos Criadores de Simental e Simbrasil da Bahia, Núcleo de Criadores de Guzerá da Bahia e Sergipe e Associação Baiana dos Criadores de Charolês.

Um grupo de trabalho, formado pelos presidentes das associações, está com a responsabilidade de organizar o evento. "Nós vamos fazer um grande evento, uma exposição da pecuária como nunca foi feita no Estado", disse o presidente da Associação dos Criadores de Mangalarga, Renato Passini, falando em nome do conjunto das associações.

Os presidentes das entidades asseguraram ao secretário da Agricultura que nenhum dos prestadores de serviços será prejudicado, nem haverá redução de postos de trabalho. "Pelo contrário. Como pensamos em fazer um evento de maior envergadura, vamos com certeza gerar maior número de empregos", disse Passini.

"Essa decisão é muito importante e nós a apoiamos", disse o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), João Martins da Silva Júnior, ao tomar conhecimento. Para Almir Lins, presidente da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (ACCOBA), "a decisão de realizarmos um grande evento mostra a união da pecuária baiana. O governo, através da Seagri, tomou a decisão certa, ficando ao lado da agropecuária".

Este pensamento é compartilhado por Renato Passini, presidente da Associação dos Criadores de Mangalarga, que ressalta a coragem e visão do secretário da Agricultura. "A Seagri foi justa ouvindo a reivindicação das associações de criadores, que representam seus associados". Os presidentes das associações asseguraram que "vamos realizar um evento como nunca aconteceu aqui".

Para o secretário da Agricultura, a visão da Seagri é de fortalecer as associações, apoiando um segmento importante no desenvolvimento do Estado. Salles lembrou ainda que o Parque de Exposições, além de ser um patrimônio do Estado, é a casa da agropecuária baiana.

Durante a reunião, as associações perguntaram pelo projeto de modernização do Parque de Exposições apresentado ao governador há cerca de três meses em evento realizado na Seagri. De acordo com o secretário, trata-se na verdade de um anteprojeto, que está sendo analisado e aperfeiçoado. O anteprojeto prevê um espaço multiuso, com área para feiras e exposições e arenas para a realização de eventos culturais e musicais, incluindo a implantação de um centro administrativo da agropecuária, onde deverão estar a secretaria da Agricultura e os órgãos a ela vinculados.

FONTE
Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária da Bahia
Josalto Alves - Jornalista